Durante muito tempo, promotores dos Estados Unidos obtiveram vitórias expressivas sobre grandes empresas de medicamentos por conta de violações das leis americanas que proíbem o suborno no país. Em busca do fim dos pagamentos de penalidades e da identificação das áreas de risco, as companhias farmacêuticas passaram a investir no programa de compliance.

VER ARTIGO NA ÍNTEGRA