No início de 2019, a Justiça determinou restrições à operadora Oi em relação ao processo de sua recuperação judicial. Com a decisão, os principais acionistas da empresa se pronunciaram e demonstraram descontentamento com a posição do juiz responsável. Sócio fundador de Chiarottino e Nicoletti Advogados, Leandro Augusto Ramozzi Chiarottino falou à reportagem do Valor Econômico sobre a situação de acordo com a Lei de Falências e Recuperação.

CONFIRA