No seu artigo publicado no Migalhas, Roberto Braga de Andrade do Chiarottino e Nicoletti Advogados, cita que dentre as dúvidas operacionais suscitadas pela recente implantação do PJ-e em todo o país, destaca-se a de como manter obediência ao comando do art. 614, inc. I, do CPC/73.

VER MATÉRIA NA ÍNTEGRA