O advogado e fundador da Chiarottino e Nicoletti deu sua opinião sobre o caso que condenou uma empresa brasileira a pagar quase R$ 400 milhões à empresa espanhola. Para Leandro Augusto Ramozzi Chiarottino, o árbitro confessadamente recebeu recursos de uma das partes.

VEJA MAIS